Minha Avó

  •  
  • 1637
  • 1
  • 2
  • Portuguese(Brazil) 
Dec 22, 2012 07:26 aventura avó família
Há um mês, a minha avó, a mãe da minha mãe, morreu. Minha família está muito triste, mas ela tinha oitenta e sete anos quando morreu. Tinha vivido uma vida longa e boa. Uma das razões que a vida dela era tão boa era que ela sempre procurava a aventura. Quase nunca ficava com medo. Para ela, nenhuma situação era ruim porque todo problema podia se convertir numa aventura emocionante. Eu acho que é por isso que ela viveu tanto tempo. Muitas vezes nos últimos anos ela ficou doente, mas nunca perdeu o sorriso e sempre melhorou. Vou lhes contar uma história da vida de minha avó que mostra a sua atitude de espontaneidade e aventura.

Uma vez, acho que no ano mil novecentos e setenta e dois, minha avó, meu avô, e meus dois tios (de dez e doze anos) foram para o Quênia. A minha mãe, que nessa época tinha quatorze anos, não foi com eles porque ela estava com medo que minha avó fizera algo inesperado e até perigoso. Minha mãe é completamente distinta da minha avó. Ela tinha razão. Quando chegou lá minha avó queria ver os animais, mas não queria procurar uma agência de safári. Então decidiu tentar seu próprio safári! Ela tomou o carro da família e levou os filhos e o marido dela na savana para ver os animais. Parou o carro para tomar uma foto com as zebra--fora do carro! Eu tenho a foto, então sei que a história e certa. Depois continuou. Achou um tribo africano e parou para fazer amigos com eles! Também temos fotos dos meus tios e os meninos desse tribo juntos, todos sorrindo.

Talvez ela fosse um pouco louca, mas era uma mulher positiva e divertida. Depois da morte dela, minha família decidiu aceitar a aventura--não vamos procurá-la, como a minha avó, mas quando ela vier, vamos dar-lhe as boas-vindas.